A importância do Web Design e SEO para iniciar um e-commerce

By admin, 06/03/2019

Independentemente do seu nicho escolhido, o sucesso do seu site depende do número de visitantes que recebe em uma base diária, pois quanto mais visitantes você tiver no seu site de e-commerce, mais chances você terá de vender.

O tráfego qualificado é o segredo e o SEO é um dos métodos que é utilizado para gerar esse tráfego. Portanto, abaixo falaremos mais sobre SEO e Web Design para você obter sucesso com seu site:

1 – Contrate um web designer profissional
Muitos sites de pequenas empresas, pensam que qualquer pessoa pode criar uma presença online significativa para o seu negócio usando uma das plataformas GRÁTIS por aí. Com poucas exceções, a rota GRÁTIS é uma receita para o fracasso. Não obstante o fato de que, quando tudo estiver feito, você verá que foi um dinheiro gasto, tempo desperdiçado em aprender um conjunto de habilidades que nunca serão suficientes para garantir que seu site de negócios tenha uma chance decente de ser bem sucedido, consequentemente vem a frustração.

Seu site de e-commerce é um reflexo de quem você é, da missão de sua empresa e, como tal, é crucial contratar um desenvolvedor especializado em pequenas empresas e que tenha o conhecimento necessário para reunir todos os elementos que fazem um bom site e que atenda todas as suas necessidades.

2 – Contrate um profissional de SEO
Para receber visitantes você precisará contratar um otimizador de mecanismo de pesquisa, alguém que tenha conhecimento dos vários aspectos do marketing na internet.

Um profissional de SEO que tenha metodologia para colocar em prática um sistema que favoreça o crescimento da busca orgânica, a sabedoria para saber a diferença entre tráfego genérico e tráfego qualificado.

3 – Pesquisa de palavras-chave e concorrência
Sempre que você passa a pesquisa nos websites de seus concorrentes, o tempo é bem gasto. Ele fornecerá uma ideia clara das palavras-chave que seus concorrentes estão utilizando e quais dentre elas você precisará escolher para ter uma chance razoável de uma classificação alta.

Tendo em conta que os seus concorrentes mais bem classificados têm vários anos de experiência, algumas palavras-chave que deve ser evitado são: palavras-chave genéricas; palavras-chave que são muito amplas e palavras-chave que são muito competitivas. Porém, você tem que estabelecer metas temporárias que serão mais viáveis ​​no curto prazo.

É altamente recomendável que você segmente as palavras-chave de baixa concorrência primeiro. Também conhecidas como palavras-chave de cauda longa, esses tipos de palavras-chave podem não gerar tanto tráfego quanto seus concorrentes, mas, no curto prazo, são muito mais fáceis de classificar. Adicione algumas palavras-chave de baixa concorrência e, em breve, o volume de pesquisa poderá ser tão alto quanto o das palavras-chave mais competitivas. É recomendável utilizar uma ferramenta como Ubersuggest, de Neil Patel, para ajudar a encontrar boas palavras-chave para segmentar.

4 – A importância das mídias sociais para o marketing
Com o passar dos anos, o tráfego gerado pelas mídias sociais lentamente se elevou a um ponto em que, hoje, é a principal fonte de todo o tráfego de referência do website. Claro, essa tendência depende muito da natureza do site, mas ignorar o potencial das mídias sociais em qualquer campanha de marketing na internet seria um erro.

5 – Velocidade do Site
Por último, você terá que garantir que a velocidade do seu site está lá em cima com os requisitos dos motores de busca. Sites lentos, páginas que demoram a aparecer são contra as recomendações de boas práticas de mecanismo de pesquisa e só servirão para fazer com que seu visitante saia do site o mais rápido possível.

—-

Fonte: https://www.besttechie.com/web-design-seo-ecommerce-business/